Cultivando modinhas?

A moda é tão maluca que consegue influenciar até as plantas que a gente escolhe.

Admita: você também está apaixonado pelas suculentas e cactos.

Alguns dias atrás eu visitei uma feira de flores aqui em Juiz de Fora – a Feira de Flores de Holambra ❤ – e me vi maravilhada com uma parte específica: a mesa das suculentas e cactos (muitos vasinhos, muitos!). Depois de um tempão hipnotizada com aquelas belezinhas eu escolhi duas para levar para casa. Agora eu sou oficialmente parte da “geração Pinterest”.  Brincadeiras à parte, eu acho muito louco essa coisa de todo mundo começar a amar uma mesma coisa ao mesmo tempo. E não é como se a gente fizesse de propósito, poxa, eu gostei de verdade das plantinhas. Mas a grande questão é: por quanto tempo eu fui seduzida até começar a amar essas coisinhas? Elas dominaram a internet e principalmente o Pinterest e o Instagram.

Claro, muita gente já gostava dessas plantas bem antes de se tornarem moda, até por serem mais fáceis de cuidar e, de fato, lindas. Mas acontece que agora elas estão mais presentes do que nunca, em todo lugar: Além de serem item indispensável nas decorações mais descoladas, os cactos e as suculentas viraram estampa de camiseta, patches, tatuagem, chaveiro, capinha de celular, quadro, caneca, luminária, caixinha… O fenômeno estourou no ano passado, mas segue firme e forte, enfeitando toda a internet.

Moda é isso aí: a gente pode até fugir, se fazer de diferentão, mas quando menos esperamos o bichinho da tendência nos morde. E não dá pra negar: todo mundo está sujeito. A questão é não sair consumindo loucamente tudo que nos é “imposto”, ou deixar se levar com a onda e depois se arrepender. Por exemplo: comprei as suculentas, ok. Agora é minha responsabilidade cuidar delas, mesmo se a modinha passar*. Da mesma forma, antes de comprar qualquer coisa que está “em alta”, precisamos reconhecer que é uma tendência e que pode sim ser um amor passageiro – a plantinha pode até morrer (pode não, tá?) mas as roupas e outros objetos vão ficar um tempão existindo no mundo  – então, pode amar tudo o que você quiser amar, mas saiba que pode ser uma cilada (eu juro que isso não é uma metáfora, hehe) . Se o que está na moda se encaixa com o seu estilo e a sua personalidade, o risco da cilada é menor, afinal, você tem a chance de adquirir algo que vai gostar por mais tempo.  

Não tem problema em cultivar modinhas, isso sempre aconteceu e vai continuar acontecendo. Deixo apenas a reflexão: até que ponto a moda influencia os nossos gostos?

(E sim, elas são lindas mesmo, eu sei…)

Para quem foi influenciado por esse post:

* Dicas de como cuidar das suas plantinhas: aqui, aqui e aqui!

Obrigada pela visita ❤