Desfile: XIV Sonhos e Devaneios

É muito bonito acompanhar o crescimento de um curso, e, mais ainda, visualizar sonhos se concretizarem na forma de roupas e acessórios. Assim são os desfiles “Sonhos e Devaneios” para mim. O evento de conclusão de semestre e curso das turmas de Design de Moda do CES JF acontece duas vezes ao ano, e, de quatorze edições, eu tive a felicidade de estar presente em nove.

Aqui, eu conto um pouquinho sobre cada parte do XIV Sonhos e Devaneios, que aconteceu no sábado passado, dia 2 de julho, no Campus Academia.

❤ De volta à casa

Depois de três anos no estacionamento do Independência Shopping, o evento retornou ao Campus Academia, com uma novidade especial: paralelo ao desfile, rolou um Show Room com algumas marcas dos alunos e ex-alunos. Uma ótima oportunidade para conhecer de perto quem está fazendo a moda acontecer em Juiz de Fora ❤

O novo local possibilitou uma estrutura mais confortável para a plateia. Além disso, a iluminação favoreceu ainda mais os detalhes das peças desfiladas. O cenário era simples, apenas as luzes e a passarela, que dessa vez foi montada no formato “T”, aumentando o percurso das modelos. A duração do evento foi maior devido à esse aumento do percurso, somado aos vídeos de introdução de cada parte do desfile. Antes dos desfiles do primeiro, terceiro e quinto período, o telão exibia entrevistas com os professores do curso, que explicaram um pouco sobre o processo de criação dos projetos.

❤ Moda e gênero

XIV Sonhos e Devaneios - Isabela de Magalhães  (28)

Uma das questões levantadas pelo “XIV Sonhos e Devaneios” foi o debate sobre moda e gênero, que vem ganhando cada vez mais força nos últimos tempos. O vídeo de abertura apresentou o artista Nino,  perfomando a Drag Queen. A introdução do tema foi feita um mês antes do evento, no lançamento da campanha de divulgação do desfile, e quando alunos e ex alunos assistiram ao Documentário “Femmenino”, que mostra a cena Drag Juiz Forana, e, em seguida, participaram de um bate-papo sobre o assunto.

Nino fez participações no evento, entregando o prêmio Marcelo Mostaro e desfilando na passarela ao final da ocasião.

 

❤ Primeiro desfile:

o primeiro desfile, “Desconstruções Estéticas de Picasso e Pugh” abordou os temas: Pablo Picasso e o designer Gareth Pugh. Os alunos do primeiro período desenvolveram as peças em algodão cru, e o tecido foi tingido, bordado e estampado por eles.

XIV Sonhos e Devaneios - Isabela de Magalhães  (7)          IMG_0006IMG_0035          IMG_0071

O primeiro período é a fase em que os estudantes são motivados a soltar a criatividade, de todas as formas possíveis. O desfile é mais conceitual, e, apesar das peças serem desenvolvidas por designers iniciantes, é rico em beleza e capricho.

❤ Segundo desfile:

Com o tema “Loucura Glam”, o segundo desfile apresentou peças feitas com malha. As estampas presentes nas peças foram selecionadas entre diversas estampas que os alunos desenvolveram no período. No vídeo introdutório, foi destacado que o terceiro período, que corresponde o terceiro desfile, é crucial para os alunos, por ser o momento em que eles desenvolvem sua marca, que será usada nos próximos períodos e no TCC. Assim, cada um procura colocar sua “identidade” de marca na passarela.

IMG_0113           IMG_0138IMG_0151          IMG_0186

❤ Novos designers: as mini coleções de conclusão de curso

A última parte dos “Sonhos e Devaneios” é guardada para os formandos. Os vinte(!!!!) novos Designers desfilaram suas mini-coleções, cada uma com cinco looks.

Os temas desse semestre estavam super variados, e entre as novidades que chamaram a atenção estavam os trabalhos de elaboração de figurino.

A designer Ághata de Freitas Coutinho trouxe uma reconstrução do figurino do “Cortejo: Sonho de Uma Noite de Verão”, da Cia. Academia, na coleção intitulada: “Quando Shakespeare se veste para um cortejo mineiro: Um diálogo entre designer e ator”. O momento foi de muita descontração e aplausos animados: O elenco participou do desfile, cantando algumas canções do Cortejo.

IMG_0741

Maria Andreza Barbosa apresentou uma coleção de lingerie: “Entre rabiscos e guitarras: A década de 1950 sob o olhar da rebeldia”.

IMG_0560

Inspirada no universo de Alice no País das Maravilhas e na Op Art, Larissa Almeida de Oliveira elaborou uma coleção ousada e colorida, com estampas e bordados que remetem aos efeitos das drogas alucinógenas.

IMG_0699          IMG_0692

Dono dos flashes mais badalados do mundo da moda atual, o fotógrafo Mário Testino foi uma das referências para a coleção de Gabriela dos Santos Rodrigues, que elaborou a coleção “Olhares sobre Grace Coddinton e Mario Testino: A produção de moda no contexto da imagem revelado”.

IMG_0575          IMG_0581

O momento romântico ficou por conta da designer Rachel Cruz e Silva, que se inspirou no clássico “A Bela e a Fera”e arrancou muitos suspiros da platéia. ❤ ❤

IMG_0889

O grande destaque da noite foi o trabalho da aluna Mariana Ferreira, a coleção “O artesão revisitado: No luxo de Denner Pamplona e na originalidade da Oficina de Agosto”. Mariana ganhou o Prêmio Arpel, e sua coleção ficará exposta na vitrine da loja por uma semana.

XIV Sonhos e Devaneios - Isabela de Magalhães  (26)

Fiz muitas outras fotos no evento, e sem dúvidas teve muito mais coisa legal além do que comentei aqui. Mas, para o post não ficar tãaao extenso, deixei todas as outras fotos no meu Flickr. >  Veja tudo aqui!

No final do ano tem mais, e eu recomendo que todos aproveitem a oportunidade de prestigiar os “Sonhos e Devaneios” e de se inspirar na criatividade desses novos designers. ❤

Obrigada pela visita!

 

 

Fashion Revolution

No dia 24 de abril de 2013, aconteceu uma tragédia em Bangladesh. O edifício Rana Plaza, que abrigava diversas confecções de roupa, muitas de produção em larga escala para marcas globais, desabou, causando a morte de 1133 trabalhadores e deixando outros 2500 feridos. A partir dessa data, duas ativistas e designers pioneiras em moda sustentável, Carry Somers e Orsola de Castro, criaram o movimento Fashion Revolution, tornando o dia 24 de abril o Fashion Revolution Day.

Logo a campanha se espalhou pelo o mundo, e hoje une mais de 80 países com o objetivo de mostrar à todos os impactos socioambientais dos processos de produção das roupas, desde a extração da matéria-prima até o consumo. O movimento global Fashion Revolution acredita em uma indústria da moda que valoriza e respeita as pessoas, preserva o meio-ambiente, promove criatividade e inovação e distribui riquezas em medidas justas. Para isso, sua missão é sensibilizar e conscientizar a sociedade.

Nesse mês acontece a terceira celebração do Fashion Revolution Day. Aqui no Brasil, eventos estão programados para Belo Horizonte, Rio de Janeiro, NiteróiSão Paulo, São José dos CamposCuiabá, entre outras cidades.

Estamos preparando um dia de revolução fashion em Juiz de Fora e convidamos você a se juntar a nós. Separe as roupas que você não usa mais e aguarde o nosso piquenique no dia 30 de abril, no campus da UFJF. Teremos bazar de trocas, oficina de customização e muito bate-papo.

Além de eventos físicos, a campanha do Fashion Revolution acontece nas mídias sociais. Você pode participar postando uma selfie com a etiqueta de sua roupa aparecendo e na legenda, a pergunta: “Quem fez minhas roupas?”. Use a hashtag oficial  #whomademyclothes e as adicionais #fashrev e  #quemfezminhasroupas.

10569005_491373554380649_1208180434783375973_n.png

Se você tem alguma ideia para o nosso evento em JF e acredita que pode contribuir de alguma forma, mande um e-mail para: isabelamag@hotmail.com

Para maiores informações:

Fashion Revolution Brasil

Agradecimento super especial à Ana Luiza Siqueira, Ana Mansur, Luana Braz, Gabriela Vázquez, Patrícia Aragão e Paula Filgueiras, que estão embarcando na revolução comigo.

Junte-se a nós!  ❤